Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Apple, Facebook, Twitter e Airbnb entre as empresas tecnológicas em road-show por Portugal

  • 333

Apple, Facebook, Twitter, Amazon, Airbnb e Square vêm a Portugal entre julho e final de setembro para conhecer e contactar com empreendedores, venture capital, investidores e outros atores do ecossistema empreendedor nacional

Vários representantes de empresas tecnológicas líderes internacionais como a Apple, Facebook, Twitter, Amazon, Airbnb e Square vêm a Portugal entre julho e final de setembro para conhecer e contactar com empreendedores, venture capital, investidores e outros atores do ecossistema empreendedor nacional. A Apple é a segunda empresa a visitar o país em 28 e 29 de julho, seguida dos representantes da Amazon, que estarão em Portugal entre 29 e 31 de agosto. Depois chegarão os membros da equipa do Facebook, encontro agendado para o final de setembro, de acordo com o 'Diário de Notícias/Dinheiro Vivo'.

O desafio, lançado pela AICEP - Agência de Investimento para o Comércio Externo de Portugal, surge na sequência do road show que Miguel Frasquilho, diretor daquele organismo, fez em abril aos Estados Unidos. O objetivo deste convite é dar a conhecer melhor Portugal, as oportunidades de parceria e até de investimento em empresas portuguesas. Na altura, em Nova Iorque e em São Francisco, Miguel Frasquilho apresentou às grandes tecnológicas alguns casos portugueses de sucesso que já conseguiram investimento a nível internacional, como a Farfetch, a Talkdesk, a Feedzai e a Uniplaces.

O modelo-tipo destas visitas - cujos custos são completamente suportados pelas empresas estrangeiras que estejam interessadas em conhecer mais de perto Portugal - inclui reuniões entre os representantes das tecnológicas internacionais com incubadoras, aceleradoras, investidores e empreendedores, um pouco por todo o país. Estes programas e marcação de reuniões estão a cargo da AICEP, que pensou em desafiar as tecnológicas internacionais como uma estratégia para dar a conhecer o que de melhor se faz no país.

A estratégia surge alinhada com o lançamento do Startup Portugal, a estratégia nacional para o empreendedorismo. Dentro das medidas anunciadas pelo governo de António Costa para dar a conhecer e potenciar o ecossistema empreendedor nacional, Miguel Frasquilho sublinha a criação de uma zona livre tecnológica, cujo plano será definido até ao final do ano, e o programa para o cofinanciamento de capitais de risco e business angels como as medidas que mais podem potenciar o investimento estrangeiro em startups portuguesas.