Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas fecharam com ganhos semanais, apesar de Nice

  • 333

O índice mundial bolsista subiu 2,6% durante a semana, apesar de ter caído 0,12% na sexta-feira, com o choque provocado pelo atentado na Riviera francesa. O índice Eurostoxx 50 ganhou mais de 4% em termos semanais. O PSI 20, em Lisboa, subiu 2,4% durante a semana

Jorge Nascimento Rodrigues

Os mercados financeiros na sexta-feira sentiram o choque do atentado terrorista em Nice da noite anterior. O índice mundial MSCI caiu 0,12% e o índice MSCI para a Europa recuou 0,46%. Os analistas financeiros argumentam que este tipo de choques é de curta duração no ‘sentimento’ dos investidores.

Wall Street, em Nova Iorque, fechou minutos antes de ser anunciada a tentativa de golpe de estado na Turquia e o índice MSCI para os Estados Unidos perdeu apenas 0,09% na sexta-feira. Alguns analistas políticos sublinham, no entanto, que o risco na Europa subiu e a repercussão destes dois choques sucessivos poderá ser avaliada na próxima semana que tem como principal evento de agenda a reunião do Banco Central Europeu. O analista financeiro Doug Noland, editor do Credit Bubble Bulletim, avisa este sábado que "a Turquia está no epicentro de dinamite geoolítica".

Em termos semanais, o índice mundial MSCI registou um ganho de 2,6% face a uma perda de 0,02% na semana anterior. A maior subida semanal verificou-se na “região” da Ásia Pacífico com o índice MSCI respetivo a avançar 3,7%, depois de ter perdido mais de 1% na semana anterior. Seguiu-se o índice MSCI para a Europa com um ganho de 3,5%, depois de ter perdido 2,25% na semana anterior. Subida menor a verificada para o índice MSCI para os EUA que avançou 1,5%.

O índice Eurostoxx 50 (das cinquenta principais cotadas na zona euro) subiu 4,12% em termos semanais. No mesmo período, o PSI 20, da Bolsa de Lisboa, ganhou 2,38% e o índice FTSE 100, da bolsa londrina, avançou 1,19%.

Em relação ao fecho bolsista no dia do referendo britânico, o índice MSCI europeu ainda perde 4,4%, apesar de todos os outros índices “regionais” e do índice mundial já registarem ganhos em relação a 23 de junho. O PSI 20 ainda está 2,7% abaixo do fecho do dia do referendo, mas o FTSE 100 já está 5% acima, apesar de estar no epicentro político do Brexit.