Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

331 casas para arrendar com desconto

  • 333

Um dos edifícios na Baixa do Porto que está a ser reabilitado

D.R.

Programa ‘Reabilitar para Arrendar’ recebeu 77 candidaturas num ano para edifícios de todo o país

Marisa Antunes

Jornalista

Não serão seguramente suficientes para satisfazer a procura mas a curto prazo irão entrar no mercado de arrendamento 331 apartamentos a rendas de baixo custo, em vários pontos do país.

O programa ‘Reabilitar para Arrendar — Habitação Acessível’ cumpriu mais uma etapa esta semana e entre novas adesões (as misericórdias de Lamego, Gaia e Vale de Câmara) e visitas oficiais (com a presença do secretário de Estado-adjunto e do Ambiente, José Mendes) a alguns dos prédios que estão já a ser reabilitados no Porto, foi feito o balanço desta medida estatal: desde o início do programa, em julho do ano passado, foram aprovados 77 edifícios, que uma vez reabilitados irão dar lugar a exatamente 331 apartamentos e 45 espaços a serem usados para lojas ou armazéns. O montante de investimento implícito é de cerca de €18 milhões.

O programa destina-se a financiar a reabilitação de edifícios destinados ao mercado de arrendamento a preços controlados e disponibiliza uma linha de crédito de €50 milhões, uma verba financiada em 50% pelo Banco Europeu do Investimento, uma fatia de €15 milhões do Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa e os restantes €10 milhões pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), entidade a quem cabe a gestão do programa.

Leia mais na edição deste fim de semana