Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsa abre em baixa: BCP a cair, Pharol em alta

  • 333

Além do BCP, papéis da NOS também desceram. A subir, além da Pharol, destacam-se EDP e Mota-Engil

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20 que integra as maiores empresas cotadas, estava esta manhã em baixa, com o BCP a perder 2,31% para 0,0211 euros e a Pharol a ganhar 8,11% para 0,16 euros.

Ao início da manhã, o PSI20 estava a descer 0,06% para 4.588,16 pontos, com 11 'papéis' a valorizarem-se, seis a caírem e um inalterado, depois de em 27 de junho ter terminado a sessão no mínimo de sempre de 4.260,13 pontos.

Além das ações do BCP, as da NOS também estavam a cair, designadamente 1,15% para 5,567 euros.

Em sentido contrário, os 'papéis' da Mota-Engil e da EDP estavam a subir 2,77% para 1,557 euros, e 1,01% para 2,898 euros.

Bolsas europeias animadas com a valorização da libra

Na Europa, as principais bolsas europeias estavam hoje de manhã a inverter a tendência de alta, apesar de animadas com a valorização da libra e do euro face ao dólar e com a subida do preço do petróleo.

Depois de quatro sessões em alta, os investidores continuam animados mas cautelosos com a valorização da libra e do euro face ao dólar e com a subida do preço do petróleo, apesar de hoje tanto o euro como o petróleo terem aberto em baixa.

Na Ásia, a bolsa de Tóquio voltou hoje a fechar em alta e em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em alta na terça-feira, com o Dow Jones a subir 0,66% para 18.347,67 pontos, um novo máximo desde que foi criado.

A bolsa de Tóquio tem terminado sempre em alta esta semana, graças à depreciação do iene face ao dólar e ao otimismo gerado pela decisão do Governo nipónico de preparar uma nova série de medidas de estímulo para reativar a sua estratégia de crescimento económico conhecida como 'Abenomics', depois de o partido do primeiro-ministro nipónico, Shinzo Abe, ter conseguido uma clara vitória nas eleições para o Senado do Japão, com a qual reforça a sua liderança.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1063 dólares, contra 1,1068 na terça-feira.

Depois de na segunda-feira se ter confirmado que Theresa May será primeira-ministra do Reino Unido, a libra continua a valorizar-se face ao dólar e abriu hoje a 1,33 dólares.

O barril de petróleo Brent, para entrega em setembro, abriu hoje em baixa, mas a cotar-se a 47,91 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 0,93% do que no encerramento da sessão anterior.

Os investidores estão à espera da reunião do BCE sobre política monetária na quinta-feira.