Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Via Verde Leve lançada na final do Euro-2016

  • 333

A nova Via Verde 
não implica fidelização 
e só será paga se for 
usada

João Carlos Santos

A nova Via Verde não implica fidelização e só será paga se for usada, custando 70 cêntimos ao mês

“Quem não usar não paga nada, mas terá de restituir o identificador da Via Verde Leve ao fim de dois anos sem utilização”, explicou ao Expresso uma fonte da Brisa, revelando que o novo produto será lançado amanhã, domingo, no jogo final do Euro-2016, que será disputado pela Seleção Nacional. O identificador da Via Verde Leve não implica a tradicional fidelização, não tem custo de aquisição e o equivalente ao custo do seu aluguer só é pago nos meses em que for utilizado, custando €0,70 por mês. “Este produto foi concebido para responder às necessidades de quem viaja pouco ou não pensa andar de automóvel nos meses de inverno, sendo desnecessário estar a pagar o tradicional aluguer do equipamento ou comprar um identificador”, refere a fonte da Brisa.

Este sistema “é muito simples”, sendo “ideal para quem vem passar férias a Portugal durante duas ou três semanas e pretende deslocar-se de automóvel sem ter o incómodo de estar a pagar posteriormente as respetivas passagens pelas portagens eletrónicas das ex-Scut”, diz a mesma fonte.

Leia mais na edição deste fim de semana