Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

PIMCO e BlackRock disponíveis para negociar

  • 333

Investidores em litígio com Banco de Portugal estão excluídos da corrida ao Novo Banco

Nuno Botelho

Acordo permitirá voltar a ter grandes investidores

A PIMCO e a BlackRock abrem a porta à negociação no litígio com o Banco de Portugal (BdP) por causa das obrigações transferidas do Novo Banco para o BES mau. A BlackRock é a maior gestora de ativos a nível mundial e investiu em dívida pública portuguesa e em grandes empresas portuguesas cotadas. A PIMCO, um megafundo da Califórnia, EUA, também dispensa grandes apresentações. São apenas dois dos vários detentores de obrigações que se sentiram traídos pela decisão do BdP de dezembro de 2015, quando foram transferidos títulos no valor de quase €2000 milhões.

Com processos na Justiça portuguesa contra o Banco de Portugal, não têm dúvidas que vão recuperar o que perderam, mesmo que leve anos. Os obrigacionistas concertaram posições e estão abertos a negociar uma solução, mas o banco central português tem estado indisponível para qualquer reunião nesse sentido. Assim, viram-se para o Governo. Até agora, as reuniões com o Executivo não deram frutos. O Tesouro tem apontado o dedo ao BdP. “Os interesses dos grandes investidores estão alinhados com os interesses do Governo português e do interesse público. Um acordo com os grandes investidores iria ter impacto positivo na economia portuguesa”, afirma uma fonte próxima daquelas empresas. Oficialmente, os obrigacionistas não comentam.

Leia mais na edição deste fim de semana