Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

EMEF entrega ‘novo’ Alfa em outubro

  • 333

O diretor-geral da EMEF, Castanho Ribeiro, no interior dos Alfa Pendular que estão a ser remodelados por €18 milhões

José Oliveira

Negócios aumentam. EMEF dá lucros e paga dívida em cinco anos

O primeiro comboio Alfa Pendular totalmente renovado em Portugal, que deverá ser colocado a operar na rede ferroviária nacional daqui a três meses — em outubro —, servirá de ‘montra’ para o mercado internacional, “comprovando o que a EMEF — Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário é capaz de fazer na renovação exterior e interior de comboios a meio da sua vida útil”, comenta o diretor geral da EMEF, Alberto Castanho Ribeiro. A EMEF renovará totalmente a frota dos 10 comboios Alfa que operam na CP, um trabalho pelo qual vai faturar €18 milhões. Para Castanho Ribeiro, “a atividade de remodelação de comboios é um dos vários segmentos de negócio onde estão detetadas oportunidades para a EMEF que lhe permitirão aumentar a faturação, assegurando, em 2016, o terceiro ano consecutivo com lucros”.

“Como as grandes empresas operadoras ferroviárias não têm disponibilidade para renovar o seu parque de comboios, terão de recorrer mais frequentemente à renovação do equipamento a meio da sua vida útil e, nesse sentido, o trabalho de modernização exterior e interior dos Alfa portugueses será uma excelente referência para o que a EMEF consegue fazer, de forma a ganhar mais contratos deste tipo”, refere o diretor-geral.

“Um dos mercados com maior potencial para as operações de renovação de comboios é o Reino Unido — que está liberalizado e onde os operadores terão de optar por soluções menos onerosas, recorrendo a remodelações da frota em vez de comprarem equipamentos novos —, mas agora, depois do ‘Brexit’, teremos aguardar para ver como vai evoluir o clima de negócios industriais com empresas da União Europeia”, comenta Castanho Ribeiro.

Leia mais na edição deste fim de semana