Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Brexit pode reduzir crescimento da zona euro, avisa Draghi

  • 333

JOHN THYS/GETTY

O impacto da saída do Reino Unido da União Europeia pode implicar uma redução acumulada de 0,3 a 0,5 pontos percentuais no crescimento da zona euro até 2018. Foi o aviso deixado na terça-feira pelo presidente do BCE à cimeira europeia, segundo a Bloomberg

Jorge Nascimento Rodrigues

O crescimento da zona euro até 2018 poderá sofrer um corte acumulado de 0,3 a 0,5 pontos percentuais até 2018 por efeito do Brexit. O aviso foi feito por Mario Draghi, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), na cimeira europeia que decorrer na terça-feira em Bruxelas, segundo fontes revelaram à Bloomberg.

A atualização de previsões macroeconómicas para a zona euro divulgada pelo BCE na sua última reunião de 2 de junho apontava para um crescimento acumulado de 5% de 2016 a 2018. O impacto da saída do Reino Unido da União Europeia pode significar a redução em um décimo do crescimento nos três anos.

  • A União Económica e Monetária não desempenhou o seu papel regional de “fornecedor de ativos seguros” durante a crise. Dois académicos da London Business School e da Universidade da Califórnia em Berkeley propuseram hoje em Sintra um corte com a orientação seguida

  • Uma coordenação formal entre bancos centrais é "complexa". Por isso, o presidente do BCE propõe um mínimo: a "partilha" no diagnóstico das causas dos atuais problemas e das medidas que se exigem. Num mundo globalizado, "é essa a realidade", disse Draghi na abertura do Fórum sobre Bancos Centrais que termina amanhã em Sintra