Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Euronext cria centro tecnológico no Porto e recruta 120 pessoas

  • 333

Em 2017 vai arrancar no Porto um centro tecnológico da Euronext, completamentar à estrutura da Interbolsa. A presidente da Euronext Lisboa admite que se correr bem pode haver mais operações da plataforma pan-europeia em Portugal

A Euronext, plataforma que reúne as bolsas de Lisboa, Paris, Amesterdão e Bruxelas, vai criar um centro tecnológico no Porto, que funcionará de forma complementar à Interbolsa, onde trabalham hoje 40 pessoas. Vão ser recrutadas cerca de 120 trabalhadores altamente qualidade, já que se trata de uma infraestrutura de tecnologia de ponta com funções sofisticadas, esclareceu Maria João Carioca, a presidente da Euronext Lisboa, num encontro com jornalistas.

"Permitam-me o luxo de me entusiasmar. Há um elemento de teste. Se conseguirmos fazer isto bem, há mais operações do grupo que podemos fazer por cá", confidenciou a nova presidente da Bolsa de Lisboa. Com esta operação, que antes estava em Belfast, a Euronext Lisboa passa a ser o segundo maior empregador do grupo.

Maria João Carioca adiantou que espera ter 90 pessoas recrutadas até setembro, de forma a que esteja tudo a postos para que o novo centro de tecnologias de informação esteja pronto para arrancar no primeiro semestre de 2017. Entretanto vai haver um período de transição e migração da operação de Belfast para Lisboa.

A Interbolsa, esclareceu a nova presidente da Euronext Lisboa, vai continuar a fazer as operações de compensação e custódia de títulos. "Há espaço para que a Interbolsa cresça", defendeu.