Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas europeias abrem em terreno positivo

  • 333

As principais praças financeiras da Europa iniciaram com ganhos esta quinta-feira de referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia. O índice PSI 20 está em linha com a trajetória europeia

Jorge Nascimento Rodrigues

A Europa abriu esta quinta-feira com as bolsas em terreno positivo, uma hora depois do início da votação no Reino Unido para o referendo sobre a permanência na União Europeia. Os principais índices das bolsas de Amesterdão, Frankfurt, Londres, Madrid, Milão e Paris registam, cinco minutos depois da abertura, subidas de mais de 0,5%. Os dois índices pan-europeus do Eurostoxx negoceiam com ganhos acima de 0,2%.

Na bolsa de Lisboa, o índice PSI 20 está em linha com a trajetória europeia, avançando 0,2%. A Pharol perde mais de 2% nos primeiros minutos de negociação, liderando as quedas naquele índice.

Nas commodities, os preços do barril de petróleo e da onça de ouro estão com trajetória ascendente. O Brent está a cotar-se em 50,23 dólares, 0,7% acima do fecho do dia anterior. O preço da onça de ouro sobe para 1269,35 dólares, 0,3% acima do encerramento na quarta-feira.

A libra esterlina atingiu um máximo do ano face ao dólar pelas 21h30 (hora de Portugal) de quarta-feira chegando a trocar-se por 1,48323 dólares, segundo dados do XE.com. Durante a sessão asiática e abertura da sessão europeia tem estado a descer desse pico.

A última atualização do monitor de sondagens do “Financial Times” na quarta-feira apontava para uma vantagem de dois pontos percentuais da opção de permanência (Bremain) no Reino Unido, depois das quatro últimas sondagens terem revelado uma vitória folgada de Bremain em duas delas e uma vitória curta do Brexit em outras duas.

A agência de notação de crédito S&P avisou que o Reino Unido perderá a curto prazo o rating de triplo A (o mais elevado) no caso do Brexit ganhar o referendo. A declaração foi proferida ao jornal alemão “Bold” por Moritz Kraemer, o responsável máximo pelas notações de dívida soberana atribuídas pela agência.

O Reino Unido realiza esta quinta-feira o referendo sobre a sua saída ou permanência na União Europeia. As urnas abriram às 7 horas (hora de Portugal e do Reino Unido) e a votação terminará pelas 22 horas. Segundo a BBC, resultados globais fiáveis só deverão ser conhecidos já na madrugada de sexta-feira, depois de abrirem as bolsas asiáticas que serão as primeiras a sofrer o impacto dos resultados.

A maioria das principais bolsas já fechou na Ásia Pacífico. A situação na ‘região’ é mista. Sidney e Tóquio encerraram em terreno positivo, com o índice Nikkei 225, da bolsa nipónica, a liderar as subidas avançando 1,07%. No vermelho já fecharam as duas bolsas chinesas de Xangai e Shenzhen e as praças de Seul e Taipé. As quedas dos principais índices nestas quatro bolsas são inferiores a 0,5%. Hong Kong e Mumbai negoceiam em terreno positivo.

Os futuros em Wall Street estão em terreno positivo.

  • A dez minutos da abertura das urnas no Reino Unido para o referendo sobre a permanência na União Europeia, Tóquio e Hong Kong negociavam em terreno positivo e as bolsas chinesas estavam no vermelho. Preço do Brent e do ouro em alta