Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Caixa tem €2300 milhões de empréstimos em risco

  • 333

Nuno Fox

Grande parte destes empréstimos foram feitos a amigos dos gestores do banco do Estado e os mais problemáticos datam de 2005, quando Carlos Santos Ferreira e Armando Vara estavam na administração

A Caixa Geral de Depósitos tem mais de 2300 milhões de euros de empréstimos que estão em risco de não serem pagos, conta o “Correio da Manhã” esta terça-feira. Grande parte destes empréstimos foram feitos a amigos dos gestores do banco do Estado e os mais problemáticos datam de 2005, quando Carlos Santos Ferreira e Armando Vara estavam na administração.

Há duas semanas, Luís Marques Mendes, no seu espaço de comentário político na SIC ao domingo à noite, já tinha colocado o nome de Armando Vara no centro deste problema e defendeu uma comissão parlamentar de avaliação à Caixa.

Segundo o “CM”, uma auditoria feita à Caixa, que terminou em agosto de 2015, detetou vários problemas, entre os quais um “défice de análise de risco” no processo de concessão de empréstimos.

Neste momento, o maior devedor da Caixa é o grupo Artlant: em 2015, viu aprovado um Plano Especial de Revitalização (PER) quando já acumulava prejuízos de 689 milhões de euros e tencionava construir em Sines um dos maiores projetos industriais de Portugal. Entretanto, o grupo Arlant foi apanhado pela falência de um dos seus principais acionistas, a catalã La Seda, lembra o “CM”.

Existe ainda a exposição da Caixa em 303 milhões de euros ao grupo Efacec, beneficiando os seus dois maiores acionistas – Grupo Mello e Têxtil Manuel Gonçalves –, que acabaram por vender a empresa à angolana Isabel dos Santos.