Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsa abre a cair

  • 333

PSI20 a cair 0,46%, para os 4.548,55 pontos, em linha com as boslas europeias, devido aos receios de que o Brexit sai mesmo vencedor no referendo no Reino Unido

A Bolsa de Lisboa abriu esta terça-feira em terreno negativo, com o PSI20, o índice de referência, a cair 0,46%, para os 4.548,55 pontos, em linha com as principais praças europeias. Esta segunda-feira, o PSI20 encerrou a perder 2,84%, para 4.569,44 pontos.

A bolsa nacional abriu em queda, na quinta sessão consecutiva no vermelho, a acompanhar a tendência das principais praças europeias, que continuam a ser castigadas pela vantagem do Brexit nas sondagens ao referendo de 23 de junho. O índice português, que ontem caiu perto de 3%, desce pela quinta sessão e negoceia em mínimos de Fevereiro.

A tendência de queda na Bolsa lisboeta é generalizada, mas não tão marcada como na primeira sessão desta semana. A pressionar o índice estão sobretudo as cotadas do sector energético, numa sessão em que o Brent em Londres volta a negociar abaixo dos 50 dólares por barril.

A Galp Energia desvaloriza 1,01% para 11,755 euros, a EDP Renováveis cai 0,97% para 6,567 euros e a EDP cede 0,25% para 2,84 euros. Também em quebra, a Nos desvaloriza 1,37% para 5,901 euros e a Sonae cai 1,23% para 0,805 euros. A Mota-Engil recua 3,27% para 1,57 euros. A Navigator avança 0,37% para 2,718 euros depois de ontem ter fechado a cair mais de 5%.

As acções do Banco Comercial Português seguem estáveis nos 0,0202 euros depois de na segunda-feira terem atingido um novo mínimo histórico nos 0,02 euros (dois cêntimos).O referendo no Reino Unido continua a centrar atenções e as novas sondagens continuam a apontar para a vantagem do voto dos britânicos pela saída da União Europeia. Perante os receios que o Brexit sai mesmo vencedor, os investidores estão a sair dos activos com maior risco, como é o caso das acções. São vários os índices europeus que nos primeiros minutos da sessão já descem mais de 1%.

Na China, a bolsa de Xangai, principal praça financeira da China, abriu hoje a cair 0,31%, para 2.824,23 pontos. Shenzhen, a segunda praça financeira do país, recuou 0,32%, nas primeiras transações do dia, para 9.830,55 pontos.

O ChiNext, o índice chinês dedicado às pequenas e médias empresas locais e inspirado no norte-americano Nasdaq, caiu 0,46%, para 2.045,21 pontos.