Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Lucros da Águas de Portugal sobem 62% para €166 milhões

  • 333

O grupo estatal obteve um resultado líquido de 166 milhões de euros em 2015, positivamente influenciado pela venda da empresa de gestão de resíduos EGF

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O grupo Águas de Portugal terminou 2015 com um resultado líquido de 166 milhões de euros, mais 62% do que o lucro alcançado no ano anterior, segundo o relatório e contas aprovado esta segunda-feira em assembleia geral pela companhia estatal.

A melhoria do resultado foi positivamente influenciada pelo encaixe da venda do negócio de gestão de resíduos (a EGF foi alienada a um consórcio liderado pela Mota-Engil).

Recorde-se que o encaixe da Águas de Portugal com a privatização do negócio de resíduos estava destinado a diminuir o endividamento do grupo. E em 2015 a Águas de Portugal já procedeu a uma redução da sua dívida líquida no montante de 206 milhões de euros, beneficiando da venda da EGF, mas não só.

Para a descida da dívida da Águas de Portugal contribuiu também a recuperação de dívidas de clientes municipais, que baixaram de 413,6 milhões de euros em 2014 para 387 milhões em 2015.

Já o resultado operacional do grupo baixou de 216,1 milhões de euros em 2014 para 208,7 milhões em 2015, enquanto o EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) recuou de 327 para 285 milhões de euros.