Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Franceses ‘loucos’ com Portugal

  • 333

Os franceses já não estão a comprar casas só em Lisboa e no Porto

Jorge F. Marques

Procura expande-se por todo o país. Salão em Paris teve casa cheia

Marisa Antunes

Jornalista

Anne-Karine e Anthony Melville moram em Le Vaudreuil, uma pequena localidade, na região da Normandia, a pouco mais de 100 quilómetros de Paris. Um percurso que fizeram propositadamente para estar na 5ª edição do Salão do Imobiliário e Turismo Português realizado no passado fim de semana em Paris. O objetivo é encontrarem em Portugal a casa que será o seu refúgio para a reforma. Esteja ela onde estiver, pois estão abertos a sugestões. “Para nós, a questão fiscal é essencial nesta decisão de deixar a nossa pátria. E depois, claro, saber que se consegue comprar uma boa casa com 200 ou 220 mil euros, num país com um clima simpático a todos os níveis, seja este ambiental, económico e social”, diz Anne.

Atentos a esta disponibilidade dos franceses, os 180 expositores que marcaram presença no salão instalado no parque de exposições da Porte de Versailles mostraram a oferta imobiliária que existe um pouco por todo o país, uma novidade nesta edição. “Houve, sem dúvida, mais diversidade ao nível de oferta geográfica dos imóveis, pois muitas empresas participantes já perceberam que, ao contrário dos chineses e dos brasileiros, muito focados em Lisboa, os franceses estão abertos a outras localizações fora da capital”, destacou Ricardo Simões, diretor-executivo da Câmara de Comércio e Indústria Franco Portuguesa (CCIFP), entidade que organizou o evento juntamente com a AIP (Associação Industrial Portuguesa), acrescentando que esta edição contou com 17.255 visitantes, quase mais 3000 pessoas do que na edição do ano passado.

Leia mais na edição deste fim de semana