Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Stock da Cunha regressa a Londres em agosto

  • 333

Alberto Frias

Ainda antes de regressar ao Lloyds, o ainda presidente do Novo Banco terá de fazer avançar o despedimento coletivo de 69 trabalhadores, que recusaram aceitar a proposta de rescisão amigável

Até ao final do mês de agosto, Stock da Cunha, atual presidente do Novo Banco, irá regressar ao Lloyds. Segundo noticia o “Jornal de Negócios” esta terça-feira, os pormenores do regresso já foram acertados com António Hora Osório.

Tal como tinha dito ao Expresso a 12 de março, o objetivo de Stock da Cunha foi sempre regressar a Londres, “o mais tardar até ao verão”. “A minha família está em Londres. Sempre encarei a minha vinda para Portugal como voluntária e temporária. Além disso, já lá vai o tempo em que um banco dependia de uma só pessoa”, afirmou.

Ainda antes de regressar ao Lloyds, Stock da Cunha terá de fazer avançar o despedimento coletivo de 69 trabalhadores, que recusaram aceitar a proposta de rescisão amigável.

No final de junho, o Banco de Portugal vai definir o modelo de alienação: venda direta ou dispersão em bolsa. Perante Bruxelas, o Governo comprometeu-se a ter um desfecho para esta situação em julho.

Até agosto, a segunda tentativa de venda do Novo Banco já deverá ter tido um desfecho.