Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Caso Banif: “Não vou revelar as fontes de informação”, assegura diretor da TVI

  • 333

Luís Barra

Sérgio Figueiredo sublinha que não irá revelar as fontes de informação e garante que o Santander não foi uma delas, afastando alguma especulação que existe sobre essa possibilidade pelo facto de o acionista de controlo da TVI ser espanhol

Sérgio Figueiredo foi peremptório ao afirmar que não iria divulgar as fontes de informação da notícia do Banif depois de o deputado do PCP, Miguel Tiago, ter feito várias perguntas nesse sentido. "Sr. deputado, não vou divulgar as fontes de informação. A notícia teve fundamentalmente bases documentais, mas não exclusivamente - também houve fontes orais", assegurou o diretor da TVI.

Visivelmente irritado, Sérgio Figueiredo aproveita para esclarecer que, ao contrário do que se tem admitido, não houve por parte da casa-mãe da TVI, a espanhola Media Capital, qualquer intervenção na notícia sobre o Banif e que insinuá-lo era um insulto a toda a redação da TVI. "A única aproximação que eu fiz foi para perceber se aquela informação tinha como origem uma fonte bancária. E [a informação] não veio do Santander. A minha redação nem sabia que o Santander tinha feito uma proposta", afirmou.

Sérgio Figueiredo prosseguiu dizendo que se alguma ilação nesse sentido pudesse ser feita - a de que a TVI estava a dar uma notícia que poderia ser favorável a um banco espanhol - então a notícia teria de chegar através do seu diretor, e não foi isso que aconteceu - chegou através da redação. "Não foi esse o circuito. É minha palavra, espero que acredite nela."