Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

132 mil famílias sem dinheiro para pagar prestação da casa

  • 333

DR

Em 2015, 85 mil famílias conseguiram chegar a acordo com os bancos, mas só cinco mil conseguiram mesmo renegociar os seus contratos

O principal problema, queixam-se os portugueses, é a inflexibilidade das instituições financeiras. E é isso que os números do Banco de Portugal mostram também. Segundo o Relatório de Supervisão Comportamental de 2015, cerca de 132 mil famílias portuguesas disseram à Banca que não conseguiam pagar as prestações da casa, conta o “Correio da Manhã” esta quarta-feira.

Isto obrigou à abertura de um Processo Extrajudicial de Situações de Incumprimento (PERSI), mecanismo criado para facilitar o pagamento dos créditos aos bancos. Das 132 mil famílias portuguesas que apresentaram pedidos de renegociação, só 85 mil conseguiram chegar a acordo com os bancos - 80 mil tiveram de pagar montantes em atraso e só cinco mil conseguiram mesmo renegociar o seu contrato.

Ao todo, em 2015 foram abertos 700 mil processos – entre crédito imobiliário e crédito ao consumo –,mas mais de metade chegou ao fim sem sucesso. Em alguns casos verificou-se até um agravamento da situação do devedor, conta o “CM”.