Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Amorim lança NDTech, com garantia total contra o sabor a rolha

  • 333

DR

Corticeira investiu 10 milhões de euros na nova tecnologia, que permite a análise individual das rolhas de cortiça natural

A Corticeira Amorim criou uma nova tecnologia de ponta para a indústria das rolhas, que permite a triagem individual de cada unidade produzida para controlo do TCA (tradicionalmente associado ao gosto a rolha) nas linhas de produção.

"A NDTech é uma tecnologia de ponta que possibilita uma revolução em termos de controlo de qualidade, na medida em que introduz pela primeira vez uma triagem individual nas linhas de produção das rolhas de cortiça, baseada em cromotografia gasosa, uma das análises químicas mais sofisticadas do mundo", explica a Corticeira em comunicado hoje divulgado.

A inovação na garantia de qualidade total das rolhas naturais aos viticultores resulta de um investimento de 10 milhões de euros em I&D, realizado ao longo de 5 anos, em parceria com uma empresa internacional especializada em cromotografia gasosa.

Um factor decisivo neste processo é o tempo. Tradicionalmente, cada análise de cromatografia gasosa demorava 14 minutos a ser feita. Com o novo desenvolvimento da Amorim, o processo fica reduzido a 20 segundos, o que viabiliza a sua integração numa escala industrial.

"Com uma precisão incrível, NDTech é capaz de detetar qualquer rolha de cortiça que apresente mais de 0,5 nanogramas/litro (partes por trilião) de TCA, removendo-o automaticamente da linha de produção", garante a Amorim. E, para exemplificar o que está em causa, a empresa acrescenta que o limiar de deteção de 0,5 nanogramas/litro "pode ser o equivalente a uma gota de água em 800 piscinas olímpicas".

Inovar par avender mais

Para o presidente da empresa, António Amorim, esta inovação insere-se na aposta em fornecer ao mercado, em contínuo, rolhas de cortiça de qualidade para "consolidar o papel da Corticeira Amorim como líder da indústria", depois de ver, nos últimos cinco anos, as vendas passarem de 3 mil milhões de unidades para um número recorde de 4,2 mil milhões em 2015.

"Com NDTech, simplesmente tornamos melhor aquele que já é o melhor vedante para o vinho", acrescenta o gestor.

A nova tecnologia que permite à Corticeira derrotar de vez o TCA será inicialmente aplicada à gama de rolhas naturais premium da empresa, que têm como clientes algumas das marcas de vinho mais importantes do mundo.

O desempenho da NDTech "está a ser validado por entidades que são líderes mundiais na investigação da indústria do vinho", designadamente a Geisenheim University, na Alemanha, e o Australian Wine Research Institute, na Austrália, sublinha a Corticeira Amorim, adiantando que a recetividade dos produtores de vinho tem sido "muito positiva".

A Corticeira Amorim, a maior empresa transformadora de produtos de cortiça do mundo, fechou 2015 com um volume de negócios superior a 600 milhões de euros em 103 países.