Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Mercado ibérico de eletricidade procura gestor português

  • 333

Artur Trindade foi sondado para o Omip

Nuno Fox

A REN e o Estado procuram um nome para a liderança do Omip. Artur Trindade foi sondado

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

Procura-se: gestor com conhecimentos de energia e mercados financeiros, fluência em “portunhol”, disponibilidade para deslocações regulares a Madrid e capacidade de integração numa equipa de trabalho ibérica. Oferece-se remuneração atrativa. Critério preferencial: inexistência de incompatibilidades políticas.

Seria mais ou menos assim que poderia decorrer o recrutamento do próximo vice-presidente do Omip (o operador português do mercado elétrico)... se o processo fosse tão simples como um comum processo de recrutamento para gestores de topo. Mas o caso é um pouco mais complexo. E vai exigir nas próximas semanas uma engenhosa articulação entre a REN — Redes Energéticas Nacionais e o Governo.

O representante português na presidência dos operadores do mercado ibérico de eletricidade (Mibel), José Carvalho Netto, decidiu abandonar o cargo, apesar de ter mandato até ao final de 2017. “Tenho 71 anos. Já chega. Comuniquei aos acionistas a minha indisponibilidade para continuar”, confirma Carvalho Netto.


Leia mais na edição este fim de semana