Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Petróleo poderá voltar a aumentar significativamente este ano

  • 333

Marcos Borga

O excesso da oferta de petróleo deverá “diminuir significativamente” devido aos incêndios no Canadá e ao aumento da procura na Índia

As condições que levaram à acentuada quebra dos preços do petróleo vão alterar-se mais adiante neste ano, indicou esta quinta-feira a Agência Internacional de Energia (AIE).

Os incêndios devastadores no Canadá, que atingiram a zona da cidade de Fort McMurray, onde se encontram das maiores jazidas mundiais de petróleo, a par do aumento da procura na Índia, irá levar a “diminuir significativamente” o excesso da oferta.

No início deste mês, foram obtidos menos 1,2 milhões de barris por dia em Fort McMurray.

A AIE indica que os incêndios do Canadá não fizeram os preços subir mais como teria acontecido há alguns anos.

Após o levantamento das sanções ao Irão, as exportações de petróleo do país aumentaram para lá das expectativas.

Mas entretanto a procura mundial irá subir a um nível “sólido” em 2016, com a Índia a surgir destacada, após ter levado ao aumento global de 30% no primeiro trimestre do ano.

“Isto sustenta ainda mais o argumento que a Índia está a superar a China como principal elemento para o crescimento do mercado do petróleo”, referiu a AIE.

Esta semana os preços do barril ultrapassaram os 46 dólares, significativamente acima dos 30 dólares do início do ano, mas não comparáveis aos 100 dólares que chegaram a atingir em meados de 2014.