Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Exportações caíram 2% no primeiro trimestre

  • 333

Portugal fechou o primeiro trimestre do ano com as importações a subir 1% e as exportações a baixar 2%, penalizadas principalmente pela travagem a fundo nas vendas para Angola no mês de março

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

As exportações nacionais no primeiro trimestre do ano caíram 2% em comparação com o mesmo período de 2015, revelam os dados publicados esta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

A queda das exportações foi particularmente acentuada no mês de março, com as vendas ao exterior a descer 3,9% em termos homólogos, depois de em fevereiro terem crescido 0,9%.

A descida das exportações de março (menos 174 milhões de euros em termos absolutos) foi explicada na sua maior parte pela queda abrupta das vendas para Angola, que afundaram 46% em termos homólogos, subtraindo 99 milhões de euros às exportações portuguesas. As vendas para a Alemanha também tiveram uma quebra relevante, recuando 7,1% em termos homólogos (36 milhões em termos absolutos).

As importações, por seu turno, registaram no conjunto do primeiro trimestre uma subida de 1%. Considerando apenas o mês de março o valor importado teve uma descida de 0,8% face a 2015, que contrasta com a subida de 4,8% das importações verificada em fevereiro.

Para esta descida das importações em março contribuiu principalmente o mercado britânico, com um recuo de quase 24% (menos 49 milhões de euros em bens e serviços oriundos do Reino Unido face a março de 2015).

No período de janeiro a março a balança comercial portuguesa acumulou um défice de 2,42 mil milhões de euros, agravando em 376 milhões de euros o saldo negativo que tinha sido contabilizado em igual período de 2015.

Sem contabilizar os combustíveis, o saldo da balança comercial no primeiro trimestre foi negativo em quase 1,8 mil milhões de euros, um valor que compara com um défice (excluindo combustíveis) de 1,1 mil milhões de euros no primeiro trimestre de 2015.