Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas. Ásia e Europa com ganhos. Lisboa no vermelho

  • 333

A Ásia Pacífico fechou esta terça-feira em terreno positivo com a bolsa de Tóquio a subir mais de 2% puxando pela região. No Velho Continente, o índice de Atenas lidera as subidas. PSI 20 em terreno negativo com BCP a cair quase 3%

Jorge Nascimento Rodrigues

A região da Ásia Pacífico fechou em terreno positivo pelo segundo dia consecutivo. Os ganhos na região registados esta terça-feira foram liderados pela bolsa de Tóquio, onde o índice Nikkei 225 avançou 2,15%.

As bolsas chinesas fecharam “mistas”, com Xangai a ganhar ligeiramente 0,02% e Shenzhen a perder 0,11%, mas o índice CSI 300 (das trezentas principais cotadas nas duas bolsas) ganhou 0,11%. Na China continuam as ondas de choque político motivadas pela publicação na segunda-feira pelo órgão do Partido Comunista de uma alegada entrevista com um alto responsável que criticava abertamente como “fantasia” e “fazer crescer uma árvore no ar” a política de estímulos monetários e de alavancagem financeira. Em Hong Kong, a imprensa especula sobre quem será o misterioso entrevistado e que sinais de luta política interna em torno da estratégia económica e monetária poderá encerrar esta entrevista de página inteira logo na segunda página do “Diário do Povo”.

A Europa abriu esta terça-feira com ganhos, com o índice Aex de Amesterdão e o Ibex 35 de Madrid a liderarem os ganhos nas principais praças financeiras, com subidas acima de 1,3%, pelas 9h (hora de Portugal). O índice geral de Atenas sobe 2,29%, liderando toda a Europa, impulsionado pelos resultados positivos da reunião do Eurogrupo de segunda-feira apontando para um acordo a 24 de maio e lançando um processo sequencial de avaliação do "alívio de dívida" grega.

A bolsa de Lisboa negoceia no vermelho com o índice PSI 20 a perder 0,16% pelas 9h, mas a trajetória pode ainda não estar definida e o índice passar a terreno positivo. As ações do BCP recuavam quase 3%, liderando as quedas àquele hora. Estavam, também, no vermelho outras pequenas bolsas europeias como as de Chipre, Eslovénia, Polónia e Ucrânia.

Os futuros em Wall Street estão em terreno positivo, indiciando uma abertura em alta pelas 14h30 (hora de Portugal).

Na segunda-feira, as bolsas mundiais fecharam com uma perda ligeira de 0,07%, segundo o índice MSCI mundial que abrange as bolsas de 23 economias desenvolvidas e de 23 mercados emergentes. O recuo foi provocado por uma quebra do índice MSCI para a Ásia Pacífico, apesar dos ganhos modestos na Europa (15 bolsas, incluindo a portuguesa) e ligeiramente acima da linha de água nos Estados Unidos.