Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas europeias fecham “mistas”. Lisboa no vermelho. Volatilidade no Brent

  • 333

Índice MIB de Milão liderou as quedas nas principais praças financeiras da Europa esta sexta-feira e durante a semana. PSI 20 perdeu mais de 1% na primeira semana de maio. Preço do barril de Brent chegou a cair hoje para 44,2 dólares, mas fechou sessão europeia em 46,07 dólares

Jorge Nascimento Rodrigues

As bolsas europeias encerraram esta sexta-feira “mistas”. Nas principais praças financeiras, Milão, Moscovo, Paris e Zurique fecharam no vermelho, mas Amesterdão, Frankfurt, Londres e Madrid registaram ganhos. Na bolsa de Lisboa, o índice PSI 20 encerrou a recuar 0,92%, com as ações da Sonae Capital a caírem 5,7% e as do BCP a perderem 2,5%.

Em termos globais, a Europa perdeu esta sexta-feira 0,13%, segundo o índice MSCI respetivo que abrange 15 economias desenvolvidas (incluindo Portugal). Uma quebra inferior à registada na Ásia Pacífico, cujo índice engloba três economias desenvolvidas e oito emergentes.

No mercado petrolífero, está a ser mais um dia de volatilidade. O preço do barril de Brent desceu 1,4% na sessão asiática e prosseguiu a trajetória descendente durante a manhã da sessão europeia, caindo para 44,20 dólares, mas, à tarde, inverteu o sentido e subiu para 46,07 dólares à hora do fecho dos mercados financeiros europeus.

Nas principais praças financeiras europeias, o índice MIB de Milão liderou as quedas perdendo esta sexta-feira 0,45%. Em termos semanais liderou as quedas nas principais bolsas da União Europeia, recuando 4%.

O índice PSI 20 de Lisboa perdeu 1,2% durante a semana, com as principais quedas a registarem-se nas ações do BCP que recuaram 10,9% e na valorização da Sonae Capital que caiu 8,6%. Com ganhos semanais superiores a 2% registam-se as ações da Energias de Portugal e do BPI.

O índice Eurostoxx 50 (das cinquenta principais cotadas na zona euro) perdeu 0,16% esta sexta-feira e recuou 3% durante a semana.

Esta semana o índice MSCI para a Europa caiu 3,2%, ligeiramente acima da queda registada para o índice para a Ásia Pacífico.

À hora de fecho da sessão europeia, os índices em Wall Street estavam no vermelho e o índice do Nasdaq (a bolsa das tecnológicas) também estava em terreno negativo.