Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Contribuintes prejudicados nos reembolsos podem entregar IRS de novo

  • 333

Finanças admitem erro nas simulações dos reembolsos na tributação conjunta e garantem que contribuintes prejudicados podem entregar uma nova declaração, sem penalizações

O Ministério das Finanças assumiu, em declarações à SIC, que “foi identificada uma falha” no simulador que calcula os reembolsos do IRS no caso da tributação conjunta, situação que foi, entretanto, corrigida no primeiro dia de entrega das declarações.

O caso foi detetado quando os reembolsos começaram a chegar aos contribuintes e, em alguns casos, os valores são inferiores aos da simulação.

No entanto, as Finanças garantem que os contribuintes que foram induzidos em erro e prejudicados não serão prejudicados e “poderão entregar uma nova declaração sem qualquer coima associada”.

Segundo o JN, o problema terá estado relacionado com falhas no cálculo que alguns valores, como os juros suportados com empréstimos bancários para a compra de habitação e também rendas de casa.

  • Há contribuintes a receber menos do que constava na simulação do IRS

    Os reembolsos do IRS estão a apanhar de surpresa muitos dos contribuintes que vão receber muito menos do que constava na simulação do portal da finanças, em alguns casos a diferença é de 500 euros. Há também situações em que o valor é superior. As Finanças admitem um erro no sistema na primeira semana de entrega das declarações.