Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Australiano prova ser o criador da moeda virtual bitcoin

  • 333

DAVID GRAY / Reuters

O empresário australiano Craig Wright tem uma série de documentos e provas que, segundo a estação de televisão britânica BBC, apenas podem estar na posse do verdadeiro criador do mecanismo financeiro

O empresário australiano Craig Wright assumiu esta segunda-feira ser o criador da moeda virtual Bitcoin, tendo apresentado na BBC documentos e provas que supostamente põem fim a vários anos de especulações sobre o verdadeiro inventor do mecanismo financeiro.

Craig Wright forneceu uma série de documentos e provas que, segundo a estação de televisão britânica BBC, apenas podem estar na posse do verdadeiro criador da bitcoin.

Wright forneceu, nomeadamente, as mensagens numeradas que incluíam os códigos encriptados que foram criados durante os primeiros dias do início do projeto sobre a moeda virtual.

Os códigos estão "indiscutivelmente ligados" aos "itens de bitcoins" que apontavam Satoshi Nakamoto como o criador da moeda virtual e que era, "na verdade", o pseudónimo que Craig Wright utilizava na altura em que surgiu o sistema. Desde 2009 que jornalistas e investigadores apontavam Nakamoto como a entidade que estava na origem do bitcoin.

"Estas são as mensagens com os itens (dados informáticos) que serviram para enviar 10 bitcoins a Hal Finely em janeiro de 2009, a primeira transação bitcoin", afirmou Craig Wright, revelando as várias parte do processo aos jornalistas da BBC.

Ao contrário das divisas físicas, como o euro e o dólar, os bitcoins não são regulados por bancos centrais, sendo gerados por milhares de computados em todo o mundo: um processo conhecido como "minage".

Utilizado por milhares de sites da internet e mesmo por "lojas reais", a moeda virtual (bitcoin) pode ser trocada por serviços como tarifas de táxis, vários produtos ou mesmo trocar divisas, a partir do momento em que a outra parte aceita o princípio da transação virtual.

Aqueles que contestam o instrumento virtual de transação virtual sublinham que se trata de pagamentos ilegais, efetuados sob anonimato e que a forma atual do bitcoin é vulnerável ao roubo e a operações fraudulentas.

Apesar da polémica sobre a moeda virtual, vários países admitem regular a moeda virtual criada pelo empresário australiano.