Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Mais de 10.200 milhões de euros transferidos para offshores nos últimos cinco anos

  • 333

Os dados estatísticos esta quinta-feira divulgados pelo Ministério das Finanças revelam que Hong Kong, Bahamas e Panamá foram os países fiscais a receber o maior volume de transferências entre 2010 e 2014

De 2010 a 2014, mais de 10.200 milhões de euros sairam de Portugal para serem aplicados em sociedades offshore, revelam os dados estatísticos esta quinta-feira divulgados pelo Ministério das Finanças.

O maior volume de transferências aconteceu em 2011, com mais de 4.600 milhões de euros encaminhados para paraísos fiscais, com Hong Kong a liderar a lista dos países de destino, seguido das Bahamas e do Panamá - tão na ordem do dia por conta dos famosos ficheiros.

As Ilhas Caimão, Luxemburgo e os Emirados Árabes Unidos são outros dos paraísos fiscais mais populares nos últimos cinco anos.

No intervalo considerado, o mais baixo volume de transferência aconteceu em 2014. Foram cerca de 373 milhões de euros.

Conforme anunciou o Governo e informa o comunicado do Conselho de Ministros, a divulgação destes dados foi decidida “em sinal do reconhecimento de que a transparência no acesso e tratamento de dados relacionados com operações transfronteiriças que envolvam 'offshores' é crucial na estratégia de fortalecimento da respetiva monitorização e escrutínio público e na potenciação do efeito dissuasor da respetiva utilização.

Os dados estatísticos sobre paraísos fiscais encontram-se disponíveis aqui