Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Hole19 quer ser a rede social do golfe

Anthony Douglas, fundador da Hole19 também pratica golfe

José Carlos Carvalho

Empresa portuguesa vai criar uma central de reservas para campos de golfe

João Ramos

João Ramos

Jornalista

A Hole19 foi fundada pelo luso-americano Anthony Douglas há quatro anos como uma aplicação móvel para ajudar os golfistas a jogar melhor. Além de calcular as distâncias no campo através de GPS, indica o mapa de buracos e ajuda os praticantes a fazer estatísticas. Até hoje já foi descarregada gratuitamente para telefones de perto de um milhão de golfistas de 154 países e está traduzida em 14 línguas, sendo popular sobretudo nos EUA, Reino Unido e Portugal.

Apesar deste número invejável de utilizadores nas principais plataformas de telemóveis (iPhone e Android) e relógios inteligentes (Apple Watch e Android Wear), a Hole19 era apenas mais uma app de golfe no mercado, sem modelo de negócio sustentável. Até que no ano passado, Anthony Douglas muda a estratégia e decide ligar a aplicação a outros componentes do negócio do golfe que, a nível mundial, movimenta 76 mil milhões de dólares. “Queremos ser a principal rede social do golfe, como o TripAdvisor é para os viajantes, e ser uma central de reservas de campos, tal como a Booking é para os alojamentos de curta duração”, explica Anthony Douglas.

Leia mais na edição deste fim de semana