Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

A nova vida de Marvila

  • 333

Num antigo entreposto ferroviário e logístico de Marvila vai nascer, no final deste verão, o maior espaço de coworking em open space da Europa

Nuno Botelho

Freguesia ribeirinha de Lisboa vai ter o maior espaço aberto de trabalho partilhado da Europa

Há caras novas em Marvila, em Lisboa, na zona ribeirinha à beira Tejo, um território nas últimas décadas votado ao abandono e esquecimento, entre o Terreiro do Paço e o Parque das Nações. Em breve, vão ser mais. No final do próximo verão, quando o antigo entreposto ferroviário e logístico da rua Pereira Henriques, construído na década de 40, se converter no NOW (acrónimo para No Office Work), a freguesia vai sentir mais movimento: será o maior espaço de coworking (trabalho partilhado) em espaço aberto da Europa. Um investimento inicial de meio milhão de euros permitirá reconverter 4 mil metros quadrados numa plataforma de trabalho (a palavra “escritório” é proibida) para mais de 250 pessoas, 85 startups e pequenas e médias empresas, além de ateliês de artesãos, espaços de experimentação tecnológica (com impressoras 3D, por exemplo), exposições e lazer, e várias zonas para eventos.

O NOW nasce pelas mãos da iMatch (consultora de inovação), do Coworklisboa (que se estabeleceu em 2010 na Lx Factory, em Alcântara), da Fundação Mais (organização não-governamental focada nos negócios sociais) e outros pequenos investidores, contando com a parceria da autarquia lisboeta. O NOW vai também integrar a rede Impact Hub, uma rede de empreendedores nascida em Londres, em 2005, e que tem espaço para incubar mais de 300 empreendedores em projetos de impacto social e ambiental.

Fernando Muñoz Duarte, líder da iMatch, andava à procura de um novo escritório para a sua consultora. Quando visitou este antigo entreposto decidiu que haveria de ali trabalhar, em partilha de espaço. “Marvila tem alma, uma localização central e os espaços são mais baratos”, afirma.

Leia mais na edição deste fim de semana