Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Novos créditos dispararam 78% nos últimos 12 meses

  • 333

Tiago Miranda

Bancos emprestaram mais de 4000 milhões de euros em crédito à habitação, que representam quase metade de todo o dinheiro emprestado às famílias

Os cortes sucessivos nos spreads levaram ao aumento da concessão de crédito à habitação, que disparou 78% nos últimos 12 meses para o valor mais elevado em quatro anos, noticia esta quarta-feira “Jornal de Negócios” em manchete.

Entre fevereiro do ano passado e o mesmo mês este ano, os novos empréstimos para a compra de casa ascenderam a 4300 milhões de euros, de acordo com os dados divulgados pelo Banco de Portugal. A grande maioria das instituições financeiras já cobra spreads abaixo de 2%, metade do que exigiam há três anos.
O stock de crédito à habitação, por seu lado, caiu para 97.300 milhões de euros, o valor mais baixo desde agosto de 2007, já que o novo crédito não está a compensar a amortização dos antigos. O número de novos contratos assinados neste período ascendeu a 51.784, mais 64% do que um ano antes, o que significa cerca de o dobro do que há dois anos.

Mais: quase metade (44%) de todo o dinheiro emprestado às famílias foi para a compra de casa, quando um ano antes os créditos à habitação representaram menos de um terço.