Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsa de Lisboa em baixa com Pharol, CTT e Montepio a caírem mais de 1%

  • 333

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, que desde 21 de março inclui 18 empresas, estava esta manhã em baixa

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, que desde 21 de março inclui 18 empresas, estava esta terça-feira de manhã em baixa, com a Pharol, os CTT e o Montepio a liderarem as perdas, a cair mais de 1%.

Cerca das 8h55 em Lisboa, o PSI20 estava a descer 0,32% para 4.862,89 pontos, com 12 'papéis' a desvalorizarem-se, cinco a subirem e os do BPI suspensos da negociação, depois de ter descido a 11 de fevereiro para 4.460,63 pontos, um mínimo desde julho de 2012.

As ações da Pharol, dos CTT e do Montepio estavam a perder 1,45% para 0,136 euros, 1,12% para 7,867 euros e 1,03% para 0,577 euros.

No outro extremo, as ações da Sonae Capital eram as que mais subiam, designadamente 2,62% para 0,626 euros.

A negociação das ações do BPI mantinha-se suspensa esta manhã. A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) suspendeu a negociação dos 'papéis' do BPI antes do início da sessão de segunda-feira e afirmou que a decisão se manteria "até à divulgação de informação relevante".

Com a suspensão da negociação, a CMVM pretende que o BPI dê todos os esclarecimentos sobre o acordo alcançado este domingo entre os espanhóis do CaixaBank e a Santoro Finance, da angolana Isabel dos Santos, para resolver a "situação de incumprimento pelo banco BPI do limite de grandes riscos".

No âmbito da revisão anual do PSI20, o índice passou, a partir de 21 de março, a incluir 18 cotadas, com a entrada da Corticeira Amorim, da Caixa Económica Montepio Geral e da Sonae Capital e a saída das ações da Impresa e da Teixeira Duarte.

Na Europa, as principais bolsas estavam hoje de manhã em baixa, a seguir a tendência de Wall Street, com o barril de petróleo a cair, mas acima dos 42 dólares, e o euro a descer, mas acima dos 1,14 dólares.

Em Nova Iorque, Wall Street terminou em baixa na segunda-feira, com o Dow Jones a cair 0,12%, para 17.556,41 pontos, depois de ter subido a 19 de maio passado até aos 18.312,39 pontos, o atual máximo de sempre desde que foi criado.

Ao nível cambial, o euro abriu esta terça-feira em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, mas a cotar-se a 1,1412 dólares, contra 1,1432 dólares na segunda-feira.

O barril de petróleo Brent, para entrega em junho, abriu esta manhã em baixa, mas a cotar-se a 42,59 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 0,62% do que no encerramento da sessão anterior.