Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

BPI: CaixaBank e Isabel dos Santos chegam a acordo

  • 333

Rui Duarte Silva

Banco informou este domingo à noite que os seus dois maiores acionistas conseguiram um entendimento no último dia do prazo concedido pelo Banco Central Europeu para redução da exposição a Angola

Os dois maiores acionistas do BPI - o grupo espanhol CaixaBank (com 44,1%), e a investidora angolana Isabel dos Santos, com 18,6% -, chegaram a acordo este domingo para resolver o impasse no banco.

Os termos do acordo não foram divulgados mas deverão passar pela venda da posição de Isabel dos Santos ao CaixaBank e pela compra da posição de 50,1% detida pelo BPI no Banco Fomento Angola (BFA). Eram estas as linhas que estavam a ser negociadas nos últimos meses e que culminaram com a notícia, há duas semanas, de um rompimento das negociações, que entretanto foram retomadas.

O BPI tinha até este domingo para reduzir a sua exposição a Angola, uma imposição do Banco Central Europeu no âmbito dos limites de grandes riscos, por não haver supervisão equivalente da zona euro com Angola.

Em comunicado publicado às 22h59 deste domingo no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o BPI referiu que foi informado pelo CaixaBank e pela Santoro Finance (empresa de Isabel dos Santos) "que se encerraram hoje com sucesso as negociações que os envolveram para encontrar uma solução para a situação de incumprimento pelo BPI do limite de grandes riscos. Esta solução foi já comunicada ao Banco Central Europeu e ao Banco de Portugal e encontra-se vertida num conjunto de documentos contratuais que serão apresentados aos órgãos sociais competentes nos próximos dias e que, tão logo sejam aprovados, serão comunicados ao mercado".