Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Banco Português de... ‘desentendimento’

  • 333

Isabel dos Santos tem-se encontrado com Isidro Fainé para discutir o preço de saída da empresária angolana do BPI e de compra do BFA

Rui Duarte Silva

Preço continua a dificultar acordo entre Isabel dos Santos e La Caixa. Prazo esgota-se domingo

As negociações entre o grupo espanhol La Caixa e Isabel do Santos têm de chegar a bom porto até domingo, dia em que acaba o prazo dado pelo Banco Central Europeu (BCE) para o BPI reduzir a sua posição maioritária ao Banco de Fomento Angola (BFA). Mas até sexta-feira de manhã não havia fumo branco. Mas há informação de que os dois maiores acionistas do BPI voltaram a conversar. As negociações entre catalães e angolanos têm sido mais duras do que se podia prever. Há queixas de ambos os lados. O preço a que foi avaliado o BFA no âmbito das negociações, o esticar da corda e alguma sobranceria por parte da empresária angolana explicam, ao que apurou o Expresso, o rompimento de um acordo que já esteve praticamente fechado. E nem a intervenção e o empenho do Governo português — a tentar uma conciliação para poupar o BPI de futuros problemas —, está a conseguir suavizar a tensão, provocada por um acordo que levará à saída de Isabel dos Santos do banco presidido por Fernando Ulrich, e porá fim ao controlo do BFA.

Ao fim da tarde de quinta-feira santa, dia 24 de março, o comunicado do La Caixa a informar o fim das negociações sobre o BPI apanhou todos de surpresa. Foi um balde de água fria. O que parecia decidido afinal estava longe de estar concluído. O acordo para a saída de Isabel dos Santos do capital do BPI e em troca o seu reforço e domínio do BFA em Angola tinha sido rasgado. O Expresso sabe que o principal fator que levou à então quebra das negociações foi a avaliação do BFA e o consequente impacto no valor do BPI. É que o La Caixa terá de pagar aos restantes acionistas do BPI o mesmo valor que oferece a Isabel dos Santos. São as regras de mercado, e os espanhóis decidiram recuar.


Leia mais na edição deste fim de semana