Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsa de Lisboa abre em alta, com Sonae Capital a liderar os ganhos

  • 333

Ações da Galp Energia, Mota-Engil, Jerónimo Martins e Pharol também começaram o dia a subir

Na manhã desta quarta-feira, o PSI20, o principal índice da bolsa portuguesa que desde 21 de março inclui 18 empresas, abriu em alta, sustentado pela Sonae Capital e pela Pharol, que estavam a subir, respetivamente, 2,5% e 2,29%.

O PSI20 estava a subir 0,39% para 4.893,29 pontos, com 13 'papéis' a valorizarem-se, três a caír e dois inalterados (Montepio e Corticeira Amorim), depois de ter descido a 11 de fevereiro para 4.460,63 pontos, um mínimo desde julho de 2012.

As ações da Sonae Capital e da Pharol estavam a liderar os ganhos, a subir 2,5% para 0,614 euros e 2,29% para 0,134 euros.
Os 'papéis' da Galp Energia, Mota-Engil e Jerónimo Martins eram outros dos que mais estavam a valorizar, com subidas de, respetivamente, 1,75%, 1,67% e 1,66%.

No âmbito da revisão anual do PSI20, o índice passou a partir de 21 de março a incluir 18 empresas cotadas, com a entrada da Corticeira Amorim, da Caixa Económica Montepio Geral e da Sonae Capital e a saída das ações da Impresa e da Teixeira Duarte.

Subida do preço do petróleo anima bolsas europeias

Na Europa, as principais bolsas estavam esta manhã em alta, tendência contrária à registada na véspera em Wall Street, animadas com uma subida do preço do petróleo.

Em Nova Iorque, Wall Street terminou em baixa na terça-feira, com o Dow Jones a descer 0,75%, para 17.603,22 pontos, depois de ter subido a 19 de maio passado até aos 18.312,39 pontos, o atual máximo de sempre desde que foi criado.

Ao nível cambial, o euro abriu esta quarta-feira em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1365 dólares, contra 1,1372 dólares na terça-feira.

O barril de petróleo Brent, para entrega em junho, abriu esta manhã em alta, a cotar-se a 38,50 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 1,3% que no encerramento da sessão anterior.