Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Novo Banco à venda a 31 de março

  • 333

Alberto Frias

Stock da Cunha e Sérgio Monteiro vão estar em Nova Iorque na próxima quinta-feira, para darem início à primeira ronda de contactos, com interessados no Novo Banco

Passado mais de ano e meio do colapso do BES, a venda do Novo Banco está prestes a começar. Segundo o "Diário de Notícias", Stock da Cunha e Sérgio Monteiro vão estar em Nova Iorque, na quinta-feira da próxima semana, 31 de março, para a primeira ronda de contactos, com o intuito de angariar investidores interessados no Novo Banco.

E assim começa o roadshow para a venda do "banco bom": depois de Nova Iorque, a próxima paragem será Londres, entre 4 e 5 de abril. No dia seguinte, regressam a Nova Iorque e no dia 7 vão até Boston, conta o “DN”.

A ideia desta viagem é juntar 30 a 40 grandes investidores, apresentando-lhes a situação do Novo Banco e o caminho percorrido pela administração liderada por Eduardo Stock da Cunha.

Além de Sérgio Monteiro,que lidera o fundo de resolução na parte que diz respeito à venda da instituição, o CEO do Novo Banco vai ser acompanhado por dois administradores: o CFO Francisco Cary, responsável pela área financeira e Jorge Cardoso, responsável pelo side bank.

O “DN” conta que a intenção de Sérgio Monteiro é de pôr de pé, o mais tardar até julho, uma espécie de IPO (oferta pública de venda), dirigida apenas a investidores institucionais - ou seja, uma venda fechada ao retalho. Ainda não foi esclarecida qual a percentagem do Novo Banco que pode ser alienada.

Ao contrário do que aconteceu na primeira tentativa de venda, que fracassou em setembro, o fundo de resolução desta vez vai seguir dois caminhos ao mesmo tempo: a dispersão por investidores e a tentativa de lançar um concurso que possa atrair outros concorrentes com vontade de ficar com uma parte mais alargada do capital, escreve o "DN".