Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Não houve défice em fevereiro

  • 333

Marcos Borga

Despesa aumentou 0,9% mas receita acelerou 2,9%. Saldo orçamental das administrações públicas foi de 15 milhões de euros

Joana Nunes Mateus

O saldo das administrações públicas foi de 15 milhões de euros em fevereiro de 2016, o que representa uma melhoria de 244 milhões de euros face a fevereiro de 2015.

Descontando os encargos com os juros, o chamado saldo primário das administrações públicas também melhorou 594 milhões de euros em termos homólogos, registando um valor positivo de 1532 milhões de euros.

O Ministério das Finanças, que divulga os dados da execução mensal em contabilidade pública, explica que a melhoria das contas se deve ao aumento dos excedentes da Segurança Social em 200 milhões de euros e à melhoria do saldo das administrações regional e local em 83 milhões de euros. Em sentido inverso, o défice da administração central agravou-se em 39 milhões de euros.

Em suma, o aumento da receita em 2,9% permitiu acomodar o acréscimo da despesa em 0,9%.

A maior cobrança de receita foi sobretudo influenciada pelo comportamento das contribuições recebidas pelo regime geral da Segurança Social e pela receita não fiscal e não contributiva.

Para a evolução da despesa, concorreu principalmente o comportamento da despesa com juros e outros encargos, esclarece o comunicado do Ministério das Finanças.