Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Há quem pague para depositar €10 mil no banco

  • 333

Entre juros a descer, comissões a subir e impostos a pagar, há depósitos que tiram em vez de dar dinheiro

Luis Barra

Com taxas de juro tão próximas dos 0%, é preciso fazer bem as contas antes de aplicar as poupanças num vulgar depósito a prazo

Zero foi o número mais ouvido pelo Expresso na ronda feita pelos principais bancos das ruas de Lisboa, enquanto cliente-mistério na busca do melhor depósito a prazo para aplicar €10 mil.


Aos balcões do BPI, da Caixa Geral de Depósitos, do Deutsche Bank, do Novo Banco, do Millennium BCP, do Montepio e do Santander Totta — onde os portugueses depositam mais de quatro quintos das suas poupanças — perguntou-se pelos melhores produtos para aplicar o dinheiro, depósitos a prazo ou soluções de poupança equivalentes, com capital garantido e proteção do Fundo de Garantia de Depósitos.


As respostas são sempre em termos da taxa de juro anual nominal bruta (a chamada TANB). Para ver quanto se ganha efetivamente ao fim de um ano, é preciso descontar a inflação, os custos de manutenção da conta no banco e a taxa liberatória que é o imposto (IRS) de 28% que incide sobre os juros que as famílias ganham.


Leia mais na edição deste fim de semana