Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Mango lança linha de baixo custo para adolescentes

  • 333

Reforçar a posição na luta pelo negócio de pronto-a-vestir é o objetivo da marca espanhola, que tem vindo a seguir a estratégia da Zara

Primeiro foi a reorganização do sistema logístico e do desenho das roupas, para acelerar a capacidade de distribuição e aproximar-se do modelo da Inditex (dona da Zara). Depois foi o alargamento dos tamanhos até ao número 54, com a linha Violeta, e a abertura de uma loja online na Amazon. A Mango, agora, ataca o segmento jovem e adolescente, com o lançamento da linha #NewPrices, com peças a partir de €2,99, que em Portugal já está disponível nas lojas e no site.

"Depois de anunciar uma nova estratégia de negócio baseada no reforço da aposta no conceito fast-fashion (moda rápida), abastecendo as suas lojas a cada 15 dias com produtos de última moda e lançando campanhas publicitárias com tendências novas todos os meses, a Mango olha agora para o público mais jovem, oferecendo uma seleção de produtos de moda e qualidade a um preço mais ajustado", avança a marca espanhola em comunicado.

A esta estratégia não serão alheios os resultados financeiros da empresa, com o crescimento das vendas em 2014 (os resultados de 2015 ainda não foram apresentados) a não ser acompanhado pelo crescimento dos lucros: a faturação aumentou 9,3% enquanto os resultados líquidos recuaram 11%.

As previsões da marca de pronto-a-vestir é fechar o ano de 2015 com uma faturação de €2.259 milhões, mais 12% do que no ano anterior, devido à recuperação do consumo nos principais mercados onde opera (Espanha, França e Itália). Em relação aos lucros não foram avançadas estimativas.

No final de dezembro, a Mango anunciou que a partir da coleção primavera/verão ia deixar de fazer os 22 milhões de catálogos que imprime anualmente em papel. O objetivo é passar a investir numa comunicação centrada nos meios digitais, com o lançamento de uma campanha publicitária online todos os meses. Dar a conhecer de forma mais rápida as novidades é o propósito da estratégia direcionada para a Internet, que representa 10% da faturação da empresa.