Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Comissão de vencimentos da ANAC explica aumentos de 150% nos salários

  • 333

Eduardo Cardadeiro, um dos três membros da comissão de vencimentos da ANAC sustenta que teve como referência os o vencimento do Governador do Banco de Portugal

A Comissão de Vencimentos da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) decidiu o aumento de salários de gestores do regulador da aviação tendo como referência superior o vencimento do governador do Banco de Portugal e inferior o do primeiro-ministro.

“Pareceu-nos que devia ser considerado como referência superior, não alcançável, a remuneração do Banco de Portugal [BdP] e como referência inferior o vencimento do primeiro-ministro”, afirmou Eduardo Cardadeiro, um dos três membros da comissão de vencimentos da ANAC, em audição no parlamento, em resposta ao deputado do CDS-PP Pedro Mota Soares.

A 26 de outubro passado, a comissão de vencimentos da ANAC decidiu por unanimidade fixar o vencimento mensal em 12.400 euros para o presidente, 11.160 euros para o vice-presidente e 9.920 euros para o vogal.