Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Buscas no Turismo de Portugal: PGR diz que há suspeitas de “crimes de corrupção”

  • 333

Buscas da Judiciária foram movidas pela “investigação com contratos de adjudicação de eventos realizados no Brasil pela ex-administração

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou que houve buscas esta quinta-feira na sede do Turismo de Portugal, esclarecendo que "em causa estão suspeitas da prática dos crimes de corrupção, abuso de poder e participação económica em negócio".

Segundo a PGR, "os factos em investigação estão relacionados com contratos de adjudicação referentes a eventos realizados no Brasil" e adianta que, "até ao momento, o processo não tem arguidos constituídos".

Neste inquérito, "que se encontra em segredo de justiça, o Ministério Público é coadjuvado pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ", avança ainda a Procuradoria-Geral da República em comunicado.

As suspeitas que levaram às buscas da PJ no Turismo de Portugal recaem sobre a ex-administração do organismo público. O Turismo de Portugal é atualmente presidido por Luís Araújo, que tomou posse há menos de um mês, substituíndo João Cotrim de Figueiredo, que presidiu à anterior administração do instituto oficial que regula o turismo.