Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas em alta, juros da dívida abaixo dos 3%

  • 333

Os bancos europeus continuam a valorizar em Bolsa apoiados no plano de financiamento barato anunciado na quinta-feira pelo Banco Central Europeu. O BCP está entre os que lideram as subidas. Os juros da dívida soberana portuguesa seguem abaixo dos 3%

As Bolsas europeias seguem positivas, embora com subidas inferiores à da passada sexta-feira, apoiadas nos ganhos do setor da banca.

O índice STOXX Europeu 600 avança 0,78% (09H45) e, em Lisboa, o PSI-20 soma 0,87%.

O índice STOXX Europe para a banca valoriza 0,61% e o Millennium bcp regista a segunda maior subida, a ganhar 5,44%.

Os bancos europeus, sobretudo os da periferia, continuam a beneficiar do plano de acesso a financiamento barato anunciado pelo Banco Central Europeu (BCE).

Os juros da dívida soberana dos países da periferia estão em queda, com as yields das Obrigações do Tesouro portuguesas a 10 anos abaixo dos 3%, nos 2,94%.

"Com os mercados cada vez mais a perceber o significado do pacote de estímulos do BCE, o momentum positivo no mercado de obrigações e a melhoria do sentimento de risco parecem destinados a expandir mais", diz o Commerzbank numa análise de hoje.

O euro desvaloriza 0,21% face à moeda norte-americana, para os 1,1130 dólares.

O preço do barril de brent segue a cair 1,6% para 39,74 dólares. A perspetiva de excesso de produção regressou, depois do Irão indicar que só participará num congelamento coordenado da produção quando atingir os quatro milhões de barris por dia.