Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

TAP só recebe €40 milhões até junho

  • 333

Humberto Pedrosa e David Neeleman, do consórcio Atlantic Gateway

José Caria

Os restantes €50 milhões ficam num depósito de garantia

Apenas €40 milhões de um empréstimo obrigacionista de €120 milhões, aprovado esta semana pelos acionistas da TAP, vão entrar já nos cofres da companhia aérea. Dos €90 milhões subscritos pela companhia aérea brasileira Azul (de David Neeleman, um dos acionistas privados), “€50 milhões ficam em escrow (depósito garantido) até à aprovação final dos direitos das obrigações prevista para junho”, adianta ao Expresso fonte da transportadora aérea. Os restantes €40 milhões chegarão na próxima semana e servirão para “suporte do cash-flow da empresa”, refere a mesma fonte.


Recorde-se que em novembro, pouco antes da venda de 61% do capital ao consórcio Atlantic Gateway (que junta o empresário português Humberto Pedrosa e o norte-americano David Neeleman), a TAP não tinha dinheiro em tesouraria para pagar salários ou combustíveis. Desde então, os novos donos já injetaram €180 milhões na companhia. Na terça-feira, em conjunto com a Parpública, aprovaram a emissão de €120 milhões de obrigações convertíveis em ações da empresa: €90 milhões subscritos pela Azul agora e €30 milhões subscritos até 20 de junho pelo Estado ou, caso a Parpública opte por não subscrever, pela companhia brasileira.

Leia mais na edição deste fim de semana