Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Governo canaliza €3,5 milhões para revitalizar comércio de Albufeira

  • 333

Ministério da Economia vai disponibilizar empréstimos com juros bonificados e reembolsos até dez anos aos lojistas lesados pelas cheias de novembro. Cada comerciante poderá pedir um financiamento de até 150 mil euros

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O Governo aprovou a disponibilização de uma linha de crédito de 3,5 milhões de euros para revitalizar o comércio tradicional de Albufeira que foi afetado pelas inundações de novembro de 2015 naquele município algarvio.

Um despacho do secretário de Estado do Comércio, Paulo Alexandre Ferreira, publicado esta sexta-feira em "Diário da República", determinou a "criação de uma linha de crédito para apoio à revitalização do sector do comércio de proximidade do município de Albufeira", com a finalidade de apoiar as empresas que sofreram prejuízos com as cheias do final do ano passado.

As verbas chegarão aos comerciantes através de empréstimos concedidos por vários bancos com protocolos com o IAPMEI. A linha de crédito estará disponível durante seis meses, renováveis por igual período se o montante não for esgotado entretanto.

Cada comerciante poderá receber até 150 mil euros, devendo pagar o empréstimo num prazo máximo de dez anos, com a possibilidade de carência de capital durante três anos.

Por estes empréstimos os lojistas pagarão um juro equivalente à Euribor a 12 meses acrescida de um spread máximo de 3,25%, mas sobre essa taxa terão uma bonificação de 1,75 pontos percentuais. O reembolso de capital e juros será feito em prestações trimestrais.

Os financiamentos obtidos a partir desta linha de crédito não poderão ser usados para refinanciar dívidas antigas nem aquisição de automóveis. As verbas terão de ser usadas na reparação das lojas e substituição de equipamentos estragados com o temporal de novembro, mediante a apresentação de um relatório validado pela Câmara Municipal de Albufeira.