Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Dono da Zara abriu 330 lojas e criou 16 mil empregos só em 2015

  • 333

Grupo espanhol lucrou 2,88 mil milhões de euros e vai continuar a crescer

André Rosa

A Inditex – grupo que detém as lojas Zara, Zara Home, Pull&Bear e Stradivarius, entre outras – registou lucros líquidos de 2,88 mil milhões de euros no ano fiscal entre fevereiro de 2015 e 31 de janeiro deste ano, um aumento de 15% em relação ao mesmo período de 2014. Só nas mais de 2 mil lojas Zara em todo o mundo, o aumento das vendas foi de 17,5%.

Pablo Isla, chairman e diretor-executivo da Inditex, disse que os resultados "demonstram o potencial do Grupo, impulsionado pela qualidade e o envolvimento dos seus colaboradores". A empresa abriu 330 lojas, criando 15.800 empregos, mais de quatro mil em Espanha. Este ano, pretende recompensar os colaboradores com mais de 500 milhões de euros na forma de comissões de vendas de loja, gratificações e incentivos.

O grupo espanhol tem agora uma rede de 7.013 lojas, das quais 148 abriram na Europa – a marca Oysho, que também pertence à Inditex, abriu uma loja na Rua Garrett, em Lisboa. Previstos para abrir estão também outros espaços no Vietname, Nova Zelândia, Paraguai, Aruba e Nicarágua, representando um investimento de 1,5 mil milhões de euros.

Mas o ritmo de abertura de novas lojas vai abrandar, e deverá ser compensado pelo crescimento das vendas online. No comunicado que fez à imprensa, Pablo Isla não fez distinção entre as vendas online e as vendas nas lojas físicas, uma vez que "os negócios estão integrados de todos os pontos de vista". Quase dois terços das vendas no site reencaminham-se para as lojas físicas, "porque o consumidor vai à loja trocar o tamanho do artigo" e até acaba por comprar outro, explicou..

A Inditex é neste momento o maior retalhista de moda do mundo, e o seu fundador, Amancio Ortega, o homem mais rico da Europa.