Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Portugueses: Endividados até ao pescoço

  • 333

Além da dívida pública, é o endividamento das empresas e das famílias portuguesas que está a pôr em causa a recuperação económica do país

Ninguém estranha que a economia portuguesa tenha sido incapaz de crescer na última década e meia enquanto acumulava o equivalente a todo um produto interno bruto (PIB) de dívidas ao estrangeiro?


Se dúvidas houvesse quanto ao principal vício do país, basta ler o chamado “documento de trabalho dos serviços da Comissão Europeia que inclui uma apreciação aprofundada sobre a prevenção e a correção de desequilíbrios macroeconómicos relativo a Portugal 2016”. Em apenas 98 páginas, são mais de 200 as referências à elevada dívida e ao endividamento excessivo do país, não só do Estado, mas das empresas públicas, das empresas privadas, das famílias ou da banca a braços com o crescente crédito malparado dos portugueses.


Neste que é o relatório anual mais rude para quem está em apuros na União Europeia, os técnicos de Bruxelas falam sem rodeios e põem o dedo na ferida de cada país. Para poder dizer as verdades na cara de cada Estado-membro, o relatório avisa logo na primeira página que “não constitui uma posição oficial da Comissão Europeia”...


Leia mais na edição deste fim de semana