Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Trabalhadores do “Diário Económico” marcam greve para quinta-feira

  • 333

Paralisação será cancelada se forem pagos os salários de janeiro

Os trabalhadores do “Diário Económico” estarão em greve no próximo dia 10 de março, em protesto contra os salários em atraso e a degradação das condições do trabalho. O pré-aviso foi entregue esta quinta-feira pelos funcionários do “Diário Económico”, Económico TV e Economico.pt ao Sindicato dos Jornalistas.

“Esta greve constitui uma forma de luta contra o atraso no pagamento dos salários de janeiro e fevereiro últimos, bem como do subsídio de Natal, e ainda contra a drástica degradação das condições de trabalho que impõem um esforço totalmente desproporcionado aos trabalhadores para assegurarem o funcionamento dos órgãos de informação para que trabalham, sem que se vislumbre qualquer solução para a situação que vivem”, refere o Sindicato dos Jornalistas em comunicado.

A paralisação será “desconvocada ou suspensa” caso sejam pagos os salários em atraso relativos ao mês de janeiro, acrescenta o mesmo comunicado.

Na semana passada, a Comissão de Trabalhadores (CT) do jornal apelou aos portugueses para ajudarem a dar continuidade ao projeto, comprando o “Diário Económico”, acedendo ao economico.pt e vendo o Etv, depois da administração ter admitido um cenário de insolvência.

“Os trabalhadores decidiram assumir a continuidade do projeto e a viabilidade da marca, já que acreditam que esta tem condições para voltar a prosperar e a contribuir de forma decisiva para o pluralismo da sociedade portuguesa”, referiu a CT.