Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Expansão económica da zona euro cai para mínimo de mais de um ano em fevereiro

  • 333

O crescimento económico desacelerou na Alemanha, em Itália, em Espanha e na Irlanda e recuou em França pela primeira vez nos últimos 13 meses, de acordo com a empresa de serviços de informação financeira Markit

A expansão económica da zona euro em fevereiro foi a mais reduzida dos últimos 13 meses, tendência que reflete nomeadamente um regresso à contração da economia francesa, segundo dados divulgados hoje pela Markit.

Segundo a empresa de serviços de informação financeira Markit, o valor do PMI (Purchasing Managers Index) composto da atividade da zona euro caiu para 53,0 pontos em fevereiro, o mais baixo dos últimos 13 meses, contra uma estimativa de 52,7 pontos e um total de 53,60 pontos em janeiro.

Um índice PMI inferior a 50 pontos significa contração, enquanto um superior indica expansão da atividade.

A Markit sublinha que estes últimos dados definitivos de fevereiro evidenciam uma desaceleração generalizada da economia da zona euro.

O crescimento económico desacelerou na Alemanha, em Itália, em Espanha e na Irlanda e recuou em França pela primeira vez nos últimos 13 meses, adianta a Markit.

Entretanto, a Markit refere que as pressões deflacionistas se mantêm, tendo os preços pagos e faturados registado ligeiros recuos durante o mês de fevereiro.

O economista chefe da Markit, Chris Williamson, considerou que os dados "desanimadores" do mês de fevereiro aumentam as probabilidades de que o Banco Central Europeu (BCE) introduza estímulos mais agressivos em março.

Williamson também defendeu que é provável que o crescimento económico desacelere para níveis abaixo de 0,3% no primeiro trimestre, "salvo se houver uma recuperação repentina em março, algo que parece improvável a julgar pelas perspetivas de futuro do PMI".