Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas. Europa consolida ganhos

  • 333

Na primeira sessão de março, o índice Eurostoxx 50 da zona euro subiu mais de 2%, com as ações das construtoras alemãs a ganharem mais de 4%. PSI 20, da Bolsa de Lisboa, avança 1,19%. Euro desvaloriza e preço do barril de Brent sobe para 37 dólares

Jorge Nascimento Rodrigues

As bolsas europeias fecharam esta terça-feira no verde. A primeira sessão de março consolidou ganhos, depois de, na segunda-feira, o índice MSCI para a região ter subido modestamente 0,16%. Hoje, o índice Eurostroxx 50 (das cinquenta principais cotadas da zona euro) avançou 2,09% com as ações de duas construtoras alemãs, a VW e a Daimler, a fecharem a sessão a ganharem mais de 4%. Em Lisboa, o índice PSI 20, subiu 1,19%, com as ações da Mota Engil a valorizarem 8,9% e as da Pharol a afundarem 8,3%. A liderar as subidas nas principais praças financeiras, o índice Dax da Bolsa de Frankfurt, que ganhou 2,32%.

A trajetória ascendente na Europa seguiu o movimento de alta na Ásia. O preço do barril de petróleo de Brent continua a subir, cotando-se em 37 dólares, no fecho da sessão bolsista europeia. O preço já subiu hoje mais de 1%. O euro desvalorizou esta terça-feira 0,3% face ao conjunto de divisas dos 19 principais parceiros da zona da moeda única.

Wall Street e o Nasdaq seguem a maré verde europeia e asiática.

  • Na primeira sessão de março, a bolsa de Mumbai, na Índia, liderou as subidas na Ásia. Apesar da divulgação de indicadores da atividade económica chinesa terem confirmado abrandamento, investidores receberam positivamente a decisão do Banco central em Pequim de dar o primeiro passo em mais estímulos depois do G20. Preço do Brent próximo de 37 dólares

  • O conjunto das bolsas mundiais perdeu 0,89% em fevereiro, segundo o índice MSCI. Japão, Índia, Suíça e Itália estiveram em destaque pela negativa. PSI 20, da Bolsa de Lisboa, perdeu 5,9%. Depois de recomendação tímida do G20, China é a primeira economia a decidir novos estímulos