Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Ingleses enchem Algarve em fuga do zika e do terrorismo

  • 333

Número de reservas de hotéis para o verão aumentou até agora 35% e a Ryanair lançou campanha publicitária a incentivar ingleses a fazerem marcações, antes que esgotem

As reservas de hotéis no Algarve, para este verão, aumentaram até agora 35% em relação ao ano passado e os ingleses são os que estão a procurar mais o sul de Portugal, avança Desidério Silva, presidente do Turismo do Algarve, citado pelo “Diário de Notícias”. A Ryanair apanhou boleia desta tendência e lançou uma campanha publicitária para apressar ingleses a fazerem marcações.

A epidemia do vírus zika e a fuga de destinos mais instáveis, como a Turquia, a Tunísia e o Egito, estão a direcionar para o Algarve o fluxo de turistas. Elidérico Viegas, presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, reconhece que "há um desvio de fluxos turísticos de destinos concorrentes no Mediterrâneo e no Magrebe".

A companhia aérea de baixo custo Ryanair justificou ao “Diário de Notícias” da campanha publicitária com o desvio de turistas para Portugal onde, a par com Espanha, Itália e Grécia, estão a aumentar as reservas de voos.

No Algarve, o Tivoli Marina Vilamoura e o Grupo Pestana são duas das unidades hoteleiras que confirmam uma grande procura nas reservas antecipadas, nomeadamente por ingleses.