Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Pilotos preparam ação para que trabalhadores fiquem com 5% da TAP

  • 333

O avião deveria ter descolado pelas 6h05

LUÍS FORRA

Os serviços jurídicos do sindicato estão a analisar a hipótese de criar uma estrutura para reunir todos os funcionários da TAP que pretendem entrar no capital da companhia, segundo o “Público”

Os pilotos da TAP estão a preparar uma ação concertada para garantir que os trabalhadores da companhia possam ficar com 5% do capital da empresa.

Os serviços jurídicos do sindicato que representa os pilotos está já a estudar a possibilidade de ser criada uma estrutura que reúna todos os trabalhadores que queiram ser acionistas da empresa, refere esta sexta-feira o “Público”.

Neste momento decorre uma análise jurídica à qual se seguirá uma avaliação financeira.

O objetivo do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) é garantir que os trabalhadores consigam ficar com com uma participação significativa na empresa quando o Estado lançar a oferta pública de venda dos 5% que estão lhes reservados.

Se não houver adesão a esta oferta pública o consórcio vencedor da privatização da TAP, Atlantic Gateway, ficaria com a mesma posição do Estado, já que as ações que os trabalhadores da TAP não comprarem ficam para os privados.

O Governo assinou um acordo com o consórcio, no início de fevereiro, para recuperar 50% da TAP enquando Humberto Pedrosa e David Neeleman passam a controlar entre 45% e 50% do capital.

O consórcio Atlantic Gateway pagou 10,93 euros por cada ação da TAP para os trablhadores o preço terá um desconto que não está ainda definido.

A oferta pública de venda (OPV) de 5% da TAP foi um dos temas que esteve em cima da mesa das reuniões que o Governo iniciou ontem com a comissão de trabalhadores e com três sindicatos da TAP.