Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Nova Iorque abre "mista", e Europa mantém-se "mista"

  • 333

Wall Street abriu "mista" e o Nasdaq iniciou a sessão a cair. Na Europa, Londres e Zurique estão no vermelho, e Frankfurt lidera as subidas. Periféricos do euro estão em terreno positivo, ainda que Milão hesite na trajetória

Jorge Nascimento Rodrigues

Depois da Ásia ter fechado em alta a sessão de quinta-feira, a trajetória na Europa e, agora, em Nova Iorque ainda não está clara.

Wall Street abriu "mista" pelas 14h30 (hora de Portugal), com o índice Dow Jones 30 a registar uma ganho ligeiro e o índice S&P 500 a descer. Na bolsa das tecnológicas, o índice composto do Nasdaq abriu a perder.

Na Europa, a situação permanece "mista", com Londres a liderar as quedas e Frankfurt a liderar as subidas. Nos periféricos do euro, as cinco bolsas registavam subidas quando Nova Iorque abriu. Com ganhos mais elevados, perto de 1%, o PSI 20 da Bolsa de Lisboa. A Bolsa de Milão hesita entre a trajetória a seguir, com oscilações acima e abaixo da linha de água.

A sessão europeia está a ser marcada por uma subida de 1,5% do preço do barril de petróleo de Brent, que está a cotar-se acima de 35,40 dólares, na abertura da sessão norte-americana. O preço do Brent iniciou uma subida na quarta-feira que, acumulada com a de hoje, já soma 10%. Para alguns analistas, o movimento altista é uma fanfarronice e farsa (segundo a expressão de John Brynjolfsson, da Armored Wolf, citado pela Bloomberg) alimentada pelas reuniões desta semana em Doha e Teerão sobre um eventual acordo para "congelar" a produção do crude em níveis de janeiro por parte da OPEP e da Rússia.

  • Mario Draghi referiu esta semana que o banco central “não hesitará em agir” em caso de necessidade. As atas da última reunião de janeiro mostram que os banqueiros discutiram a possibilidade de uma ação “preemptiva” (que é distinta de ação preventiva) face a um risco iminente

  • Esta quinta-feira, as posições trocaram-se. As praças financeiras asiáticas registaram ganhos, com os índices em Tóquio a subirem mais de 2%. As bolsas europeias abriram em terreno negativo, mas a trajetória não está definida. O preço do Brent desceu 1,4% no fecho da sessão asiática, depois de ter subido 8,4% no dia anterior